Natural White

Arquitetura é sobre “volumes e formas sob o sol”, disse Le Corbusier. Mas o que acontece se somarmos a água e o solo? E se substituirmos a luz do sol por projeção mapeada? Primeiro, pintamos as empenas de Gregori Warchavchik em branco mais escuro para que os volumes cúbicos euclidianos aparecessem mais tridimensionais, enfatizando sua composição simples e equilibrada. Em seguida, projetamos a forma do prédio até o chão para compor os volumes de baixo, completando a fachada. Estes volumes se transformam em uma onda feita pelo solo que trouxemos, pelo tapete de madeira da entrada e pelo riacho de água descendo pelo lado e pela frente do projeto, deixando o verde crescer, criando vida. Simples lâminas brancas e horizontais completam a área como uma moldura. À noite ´projetamos nossa fantasia sobre a vida cotidiana e então, como uma metáfora, completamos a visão noturna do projeto com cores simples e formas na parede lateral do prédio com a projeção.